OUTRAS CONDIÇÕES

 

Existe uma diversidade de patologias com sintomas semelhantes ao da fibromialgia, incluindo dor muscular, fadiga e distúrbios do sono. Embora possam ser confundidas com a SFM, são condições diferentes que podem ou não ocorrer simultaneamente à SFM.

 

  Tireóide de Hashimoto: É uma doença auto-imune que leva a uma inflamação crônica da tireóide, aumentando seu volume e causando hipotiroidismo.

  Lúpus Eritematoso Sistêmico: Também é uma doença auto-imune inflamatória crônica que acomete principalmente mulheres jovens e afeta múltiplos órgãos como pele, articulações, rins, etc. É caracterizada por períodos de atividade intercalado per períodos de remissão e alguns pacientes nunca desenvolvem complicações graves. Sintomas: Mancha vermelha no nariz e na face na forma de uma asa de borboleta, lesões na pele causadas por exposição ao sol, lesões recorrentes na boca e no nariz, artrite, infamações de pleura e pericárdio, alterações renais, fadiga, depressão ou psicose.

  Esclerose Múltipla: É uma doença de natureza imunológica do sistema nervoso central. É caracterizada pela inflamação da mielina (capa que protege as células nervosas), fazendo com que os impulsos nervosos sejam transmitidos mais lentamente. Acarreta problemas visuais, auditivos, motor, de equilíbrio, de controle urinário, distúrbios de linguagem, etc.

  Síndrome de Sjögren: É uma desordem imunológica crônica que ataca as glândulas produtoras de saliva e lágrimas, causando secura na boca e olhos ou Síndrome Seca. Pode também causar secura de pele, nariz e vagina. Na sua forma grave, pode afetar órgãos vitais como rins, vasos sangüíneos, fígado, pulmões, pâncreas e cérebro. Provoca despertares freqüentes e afeta a qualidade do sono.

  Miastenia Grave: Também é uma doença auto-imune que acomete músculos e nervos. Caracteriza-se por fadiga e fraqueza muscular acentuada, principalmente após exercícios físicos. Pode também provocar dificuldades para mastigar e engolir, falta de ar, voz com som nasal ou visão dupla.

  Esclerodermia: É uma doença auto-imune caracterizada pelo acúmulo de colágeno no tecido conjuntivo que afeta a pele e eventualmente os órgãos internos. Provoca endurecimento e espessamento da pele, deixando-a sem elasticidade. A Esclerodermia Sistêmica afeta órgãos internos e vasos sangüíneos, enquanto a Esclerodermia Localizada acomete a pele.  O agravamento da dor ocorre geralmente à noite, afetando o sono.

  Artrite Reumatóide: É a que mais se assemelha à fibromialgia. É uma doença crônica de causa desconhecida que tem como característica principal a inflamação das articulações. Porém pode acometer outros órgãos como olhos, coração, pulmão, pele, músculos e nervos. As formas mais severas podem resultar em deformidade nas juntas das mãos, pés, cotovelos, joelhos e ombros.

  Polimialgia Reumática: Caracteriza-se por inflamação nas articulações, que causa dores severas e rigidez no pescoço, ombros e quadril, principalmente ao acordar. Pode ser acompanhada de febre baixa, perda de peso e fadiga. O tratamento básico é a utilização de corticóide em baixas doses.

  Síndrome do Túnel do Carpo:  É uma neuropatia por compressão na qual o nervo que passa na região do punho (o chamado Nervo Mediano) é continuamente comprimido pelas estruturas ósseas do carpo (punho). Os sintomas típicos são a dormência e o formigamento nas mãos, principalmente nas extremidades dos dedos e algumas vezes pode surgir dor em todo membro superior. Pode ser causada por inflamação crônica dos tendões, por edema próprio da  gravidez, por movimentos repetitivos, uso de relógio apertado, etc. O quadro pode prolongar-se por meses ou até anos, e tende a ser progressivo. Nos casos mais avançados pode haver perda de força para segurar objetos com a mão.

  Fenômeno de Raynaud: É um fenômeno de vaso-constrição que provoca alteração em seqüência da cor da pele: palidez, cianose (roxo) e rubor e causa dormência e dor. Atinge principalmente as mãos e os dedos, mas pode aparecer nos pés, nariz, lábios e orelhas. As crises podem durar poucos minutos ou algumas horas e são desencadeadas pelo frio, traumas por movimentos repetitivos, compressão nervosa, cigarro, ou estresse.

  Doença de Lyme: Doença infecciosa causada por bactéria transmitida pela picada de um carrapato hospedeiro de cães e animais silvestres como o cervo. Foi descoberta nos EUA, na região de Lyme. É rara no Brasil, mas já existem casos recentes confirmados na região serrana do Rio de Janeiro. Causa febre, dor de cabeça, náusea, fadiga, alterações de memória e uma grande mancha vermelha na pele, geralmente na coxa. Se não tratada adequadamente pode se espalhar para as articulações, coração e sistema nervoso, provocando artrites, problemas cardíacos, paralisia facial, meningite, etc. A doença apresenta boa resposta ao uso de antibióticos.

  Outras doenças também podem apresentar sintomas semelhantes ao da SFM, como: hepatite C, anemia, diabetes, hipoglicemia, hipotiroidismo, mononucleose, hipermobilidade articular, artrite reativa, gota, vasculite sistêmica, doença de Behçet, leucemia, etc...

                                                               TOPO