COMPARAÇÃO ENTRE FIBROMIALGIA E FADIGA CRÔNICA

  

SEMELHANÇAS

  Para muitas pessoas o diagnóstico da Fibromialgia e da Síndrome da Fadiga Crônica se confundem. Pesquisas mostram que entre 50% e 70% das pessoas com fibromialgia se encaixam também nos critérios da SFC e vice-versa.

  A maioria dos pacientes com SFC têm algum tipo da dor e a maioria dos paciente com fibromialgia relatam fatiga.

  Ambas apresentam distúrbios do sono e cognitivos.

  Existem vários sintomas comuns a pacientes de ambas as doenças nas seguintes proporções:

                Fadiga = 100%

                Extremidades frias = 100%

                Problemas de memória = 100%

                Urgência urinária = 95%

                Depressão = 94%

                Distúrbios do sono = 94%

                Problemas com o peso corporal = 89%

                Contratura muscular = 80%

                Boca seca = 68%

                Dor muscular = 68%

                Dor de cabeça = 68%

  É relevante notar que a fadiga é um sintoma relatado por 100% dos pacientes das duas enfermidades, porém a dor muscular, principal sintoma da SFM é comum em apenas 68% dos pacientes de SFC. Isso basicamente diferencia uma síndrome da outra.

 

 

 

DIVERGÊNCIAS

 

Existem  vários sintomas que diferenciam as duas patologias:

 

  Muitos pacientes com SFC não têm número de Pontos Dolorosos suficiente para satisfazer aos critérios de diagnóstico da fibromialgia.

  A Síndrome do Cólon Irritável é mais comum na fibromialgia.

  A fibromialgia é classificada como doença reumática, enquanto que a SFC é classificada como doença do sistema nervoso.

  As pesquisas atuais sobre a fibromialgia estão focadas nos mecanismos de dor, já  as pesquisas da SFC tendem principalmente a investigar o papel dos vírus na doença.

 

VOLTAR                                                                       TOPO