ANTIPARKISONIANOS

 

      ... Tratamentos Em Estudo ...

 

Medicações para o Mal de Parkinson, em doses baixas, podem ser efetivas para melhorar a dor e o sono de pacientes de fibromialgia e para ajudar na Síndrome das Pernas Inquietas e no Movimento Periódico das Pernas.

 

  Pramipexol: É um agonista da Dopamina, bastante utilizado no tratamento da doença de Parkinson, da Síndrome das Pernas Inquietas e do Movimento Periódico das Pernas. Se apresenta também como uma promessa no tratamento da fibromialgia pois também controla a qualidade do sono e as manifestações do Sistema Nervoso Simpático:

O Dr. Andrew Holman conduziu um estudo em pacientes com fibromialgia resultando em uma melhoria significativa em seus sintomas.

 

A European League Against Rheumatism (EULAR) recomenda sua utilização no tratamento da fibromialgia, para reduzir a dor.

 

Uma apresentação recente na reunião do Congresso do American College of Rheumatology (ACR) também mostrou que ele pode ser útil em pacientes com fibromialgia, quando usado em doses maiores do que aquelas usadas para tratar a Síndrome das Pernas Inquietas.

Efeitos Colaterais:  Desenvolvimento de movimentos bruscos e não coordenados (discinesia), desmaios, alucinações, distúrbios do sono e fraqueza, náuseas, sonolência, fraqueza, ansiedade, constipação intestinal, etc.

 

Nomes Comerciais: Mirapex, Sifrol.

 

  Levodopa: É um antagonista da Dopamina e atua na reposição de L-Dopa que é o precursor metabólico imediato da Dopamina.

Por seus efeitos no ciclo sono-vigília, pode ajudar na manutenção do sono dos pacientes de fibromialgia, na Síndrome das Pernas Inquietas e no Movimento Periódico das Pernas.

Efeitos Colaterais: Náuseas, vômitos, diarréia, falta de apetite, irritabilidade, agitação, ansiedade, depressão, etc.

 

Efeitos no Sono: POSITIVO - Pode aumentar o sono REM

 

Nomes Comerciais: Cronomet, Levocarb, Prolopa, Sinemet.

 

  Ropinirol: Aprovado pelo FDA para o tratamento da síndrome das pernas inquietas.

O Dr. Andrew Holman também estudou o ropinirol  com sucesso no tratamento da fibromialgia.

 

A GlaxoSmithKline desenvolveu o Requip para o tratamento da doença de Parkinson e síndrome das pernas inquietas e está testando-o na síndrome da fibromialgia, mas não tem encontrando evidências de que ele seja mais eficaz que o placebo.

 

Efeitos Colaterais: Depressão, ansiedade, tonturas, náuseas e sonhos perturbadores, mas parecem ser sintomas temporários.

 

Nomes Comerciais: Requip, Ropark, Adartrel

 

  Rotigotine - É fabricado pela belga UCB e está disponível na Europa e nos EUA para o tratamento da doença de Parkinson.

A UCB está estudando o rotigone transdérmico para o tratamento da fibromialgia e síndrome das pernas inquietas.

Efeitos Colaterais: Reações na pele (onde o transdérmico foi aplicado), náuseas, tontura, sonolência e cansaço.

 

Nomes Comerciais: Neupro

 

  Pergolida: É um antagonista da Dopamina que tem se mostrado efetivo no tratamento da Síndrome das Pernas Inquietas.

Efeitos Colaterais:  Náuseas, vômitos, tontura, hipotensão, má digestão, boca seca, rinite, dor de cabeça, etc.

Nomes Comerciais: Celance.

VOLTAR                                              TOPO