OUTROS MEDICAMENTOS PARA A DOR

 

Outros tipos de medicamentos também são usados  para tratar a dor da fibromialgia, porém em casos específicos e a critério médico.

 

      ... Tratamentos Em Estudo ...

 

  Neurotropin: É uma droga utilizada há décadas no Japão para tratar uma variedade de condições dolorosas crônicas. Nos EUA, o National Institute of Nursing Research (NINR) está realizando dois estudos clínicos com a droga, para o tratamento da Fibromialgia e da Síndrome Dolorosa Complexa Regional (CRPS - uma desordem incomum dos nervos). Os estudos sugerem que a ação analgésica do Neurotropin é, pelo menos em parte, devido a um incremento de serotonina e noradrenalina e realmente pode ser útil no manejo clínico de dor crônica. O medicamento é fabricado pela Nippon Zoki Pharmaceutical Co. Ltd. e está disponível apenas no Japão e na China.

Nomes Comerciais: Neurotropin.

 

  Quinino: A Hidroxicloroquina é uma droga usada para impedir e tratar ataques agudos da malária. Descobriu-se, por acaso, que estas drogas podem ser úteis no tratamento de várias doenças reumáticas, onde a resposta auto-imune não é adequada, particularmente o lúpus e a artrite reumatóide. Seu mecanismo de ação não está claro, mas sabe-se que ela pode trabalhar como um miorrelaxante, reduzir os danos e inflamações aos tecidos das articulações, da pele e dos outros órgãos no corpo, inibir a atividade do sistema imunológico, aliviar a fadiga, artralgias, mialgias e cãibras.

Efeitos Colaterais: Anorexia, vômitos, problemas no intestino e no estômago, depressão da medula óssea, queda de cabelo, erupção na pele, cefaléia, tontura, diarréia, convulsão, problemas visuais, etc. Recomenda-se especial atenção com a retina, consultando-se periodicamente o oftalmologista.

Nomes Comerciais: Colpolase, Higienex, Plaquinol.

 

 

   Mexiletina: É um antiarrítmico cardíaco que tem sido usado com sucesso no controle da dor neuropática do diabetes e também na fibromialgia. 

Efeitos Colaterais:  Tontura, tremores, cefaléia, etc.

Nomes Comerciais: Mexitil.

 

  Tropisetrona: É um antiemético inicialmente utilizado no tratamento de náuseas e vômitos induzidos pela quimioterapia do câncer. Estudos mostram que o tratamento prolongado com Tropisetrona pode ainda reduzir significativamente a dor, a depressão, a ansiedade e melhorar o sono. Verificou-se que o tratamento é bem tolerado e que apresenta benefícios clínicos prolongados.

Efeitos Colaterais:  Tontura, cefaléia, fadiga, diarréia, etc.

Nomes Comerciais: Navoban.

 

  Naltrexona: Em doses normais de 50 a 100 mg a Naltrexona é uma droga usada para bloquear os efeitos dos opióides e reduzir a necessidade de álcool em aloólatras. Em dosagens muito baixas (menos de 5 mg), no entanto, alguns pesquisadores acreditam que ela possa beneficiar pessoas com fibromialgia, síndrome da fadiga crônica, doenças auto-imune, esclerose múltipla ou doença de Crohn. Embora o mecanismo exato desta ação seja desconhecido, é possível que em baixas doses elas bloqueiem os receptores nas células Glia do sistema nervoso, cuja função é dar sustentação aos neurônios e auxiliar o seu funcionamento.

Mesmo sem qualquer estudo científico, a droga tem sido utilizada há muitos anos para o tratamento da fibromialgia.

Um estudo clínico está sendo desenvolvido pelos Drs. Jarred Younger e Sean Mackey do Stanford Systems Neuroscience And Pain Lab

para avaliar os efeitos dessa baixa dosagem no tratamento da fibromialgia. De acordo com um pequeno estudo piloto, a droga reduziu a severidade dos sintomas de dor e fadiga em 30,2% em comparação com placebo. No entanto, o uso a longo prazo, continua a ser uma questão em aberto.

Efeitos Colaterais:  Tontura, náusea, cefaléia, fadiga, insônia, vômitos, ansiedade e sonolência.

Nomes Comerciais: Revia

     

  ... Tratamentos Polêmicos ...

 

  Calcitonina: É um hormônio produzido pela tireóide e envolvido na regulação da absorção óssea e na manutenção do balanço de cálcio no sangue. A Calcitonina utilizada como medicamento é de origem sintética e corresponde à humana ou a do salmão.

É sobretudo utilizada na prevenção e tratamento da osteoporose pós-menopausa juntamente com suplementos de cálcio e de Vitamina D. Possui também propriedades analgésicas, sendo eficaz quando as pessoas têm uma dor intensa que não pode ser controlada por meio de analgésicos. Quando usada para o controle da dor, é geralmente injetada diariamente ou em dias alternados, por duas ou três semanas e geralmente só é aplicada em hospitais. Seu uso na fibromialgia é questionável, os estudos não mostram significativas diferenças entre seu uso e o de placebo.

Efeitos Colaterais:  Náuseas que podem durar por várias horas, diarréia, vômitos, sensação de calor, rubor facial, anorexia, dores estomacais, etc.

Nomes Comerciais: Acticalcin, Calsynar, Cibacalcina, Miacalcic.

 

  Guaifenesina: É um medicamento antiasmático e broncodilatador, indicado como expectorante de uso adulto e pediátrico, que produz a diminuição da viscosidade das secreções pulmonares (catarro), facilitando a sua eliminação e aliviando a tosse.

O protocolo de uso da Guaifenesina para tratamento da fibromialgia foi desenvolvido pelo Dr. R. Paul St. Amand. Esse protocolo define que a causa da fibromialgia é o excesso cálcio e de fosfato no organismo e que a Guaifenesina pode removê-los, conduzindo a uma reversão de todos os sintomas e a uma possível cura.

Esse tratamento é bastante controverso e existem poucas evidências científicas de sua eficácia, porém tem se tornado popular nos EUA.

O tratamento não é simples, pois inclui uma relação avantajada de produtos, alimentos e drogas que contêm Salicilatos e que não devem ser ingeridos nem podem entrar em contato com a pele concomitantemente com o tratamento porque, segundo o protocolo, anulam o efeito da Guaifenesina.

Obs. Salicilato é um sal do ácido salicílico que pode ser encontrado de forma abundante no nosso cotidiano em remédios, alimentos, cosméticos, etc. Alguns exemplos de produtos que contêm Salicilatos: Aspirina, erva de São João, aloe vera, cânfora, mentol, suco Noni, suplementos vitamínicos, alguns xampus, loções corporais,  protetores solares, desodorantes, cremes dentais, gomas de mascar, etc.

Efeitos Colaterais:  Efeitos adverso não são comuns, mas podem ocorrer dor de cabeça, problemas de estômago, vômitos, etc.

Nomes Comerciais: Aeroflux, Alergotox Expectorante, Bontoss, Broncofenil, Iodepol, Pulmoforte, Tossanil, Transpumin, etc.

VOLTAR                                                                         TOPO