FIBROFOG

 

Fog: É uma alteração cognitiva envolvendo atenção, concentração e memória, comum em pacientes de dores crônicas.

 

Fibrofog: É o termo usado quando o Fog acomete os pacientes com fibromialgia. Pode ser um dos mais estressantes e perturbadores sintomas da fibromialgia.

 

Os episódios de Fibrofog podem ocorrer a qualquer momento e podem variar de intensidade, tendendo a ser mais intensos durante as crises de dor. Normalmente duram alguns dias, embora por vezes podem durar semanas ou meses.

 

O Fibrofog afeta um grande número de homens e mulheres com fibromialgia, porém, tende a ser mais frequente em mulheres.

 

Sintomas:

Concentração e atenção: Principalmente durante as crises de dor.

Uso da linguagem: esquecimento de palavras, dificuldade para concluir frases, dificuldade em conversar em ambientes ruidosos, gagueira, etc.

Compreensão: Principalmente na leitura.

Memória de curto prazo: Esquecimento frequente de onde guardou coisas, de nome de pessoas, etc.

Raciocínio: Afeta o raciocínio e o aprendizado, tornando-os geralmente mais lentos. 

Decisões: Dificulta a tomada de decisões.

Causas: É evidente que não existe um verdadeiro problema com a capacidade mental das pessoas que sofrem de Fibrofog. São outros os problemas que fazem com que o cérebro seja incapaz de concluir satisfatoriamente as funções de memória.

Sono: A maioria dos especialistas concorda que a privação do sono é a principal causa do Fibrofog. A falta de sono pode afetar a capacidade do cérebro em produzir serotonina, que  ajuda a fixar a memória.
Fluxo sanguíneo: Estudos mostram que a fibromialgia pode causar diminuição do fluxo sanguíneo em determinadas áreas do cérebro responsáveis pela criação da memória de curto prazo.
Dor Crônica: A dor crônica pode realmente inibir o cérebro de criar memórias. O processamento da dor reduz o tempo e a energia que o cérebro gasta para formar novas memórias. A dor também produz grande stress, que pode ser uma das causas da perda de memória de curto prazo.
Depressão: Depressão e perda de memória parecem estar definitivamente ligados. A depressão diminui os níveis de serotonina no cérebro dificultando a gravação de novas memórias e gerando dificuldades de aprendizagem.

Cuidados para reduzir o Fibrofog: De uma forma geral, controlar os sintomas da fibromialgia reduz ou elimina o Fibrofog:

Melhorar a qualidade do sono.

Reduzir a dor com medicamentos, terapias, acupuntura ou hidroterapia.

Praticar atividade moderada para aumentar a energia.

Manter a mente ativa. Tudo o que requer pensamento analítico ajuda a melhorar a clareza mental e memória.

Anotar tudo é uma ótima maneira de reduzir o stress que agrava o Fibrofog.

VOLTAR                                                       TOPO